POR QUE AS PESSOAS DIZEM ADEUS?

15:48



    São quase três da manhã. E eu ainda me encontro olhando para as estrelas penduradas no teto do meu quarto; tentando descobrir o motivo das pessoas saírem de nossas vidas sem aviso prévio.

Naquele dia nublado, eu bati sim a porta do seu carro. Bati pelo fato de querer chamar sua atenção, pois, acreditava que quando eu chegasse em casa, nós iríamos ter aquela famosa discussão de relação pelo celular e, tudo ficaria bem, como sempre ficava.

Eu acreditei nisso com toda intensidade das batidas do meu coração, mas não foi isso que aconteceu no momento em que peguei meu celular para responder suas mensagens. Eu não estava entendendo muito bem, as letras pareciam se entrelaçar e as palavras zombavam da minha cara. Aquilo realmente era um adeus? Pois era. Foi a despedida mais cruel que aconteceu nos meus 23 anos de existência.

O pior foi que eu não tive direito de resposta. Você foi tão rápido em me bloquear das redes sociais, que aquilo gerou um silêncio tão profundo, onde eu perdi todos os meus sentidos e minhas direções.
Então, aqui estou, tentando achar uma teoria óbvia para toda essa bagunça que você deixou em mim e também querendo ajudar a compreensão de outras pessoas que passaram pela mesma situação: 
Talvez as pessoas dizem adeus pelo simples fato do sentimento realmente acabar; e aí elas vão embora como se nunca tivessem pertencido no mundo das pessoas que ficam olhando a partida do outro, com o coração quebrado em mil pedaços.

Mas eu não costumo me conformar apenas com uma resposta. Por isso, acredito também que o outro pode querer ir embora simplesmente pelo medo de amar completamente, sabe?
Ei, moço que me deixou! Será que você não consegue lembrar de tudo o que eu fiz por você? De tudo que nós fizemos um pelo outro? Das promessas na beira do mar? Do meu sorriso bobo e alegre quando os nossos olhares se fixavam por alguns minutos que pareciam eternos? Do jeito que foi o nosso fim, parece que o laço da nossa ligação era invisível ou na verdade nunca tenha existido para você.

A verdade é que nós achamos que temos o controle de tudo, mas estamos à mercê das surpresas e aventuras dessa propriedade que nos caracteriza, na qual denominamos de: Vida! Se eu realmente pudesse estalar os dedos e ir para onde você está, seria apenas para mostrar as minhas teorias e lhe perguntar se elas estão certas. Lá no fundo o que realmente vai nos matando aos poucos, são os porquês que clamam incessantemente por respostas.

Mas dentro de toda minha reflexão, percebi que não podemos ficar frustrados com aquilo que não temos controle. Algumas vezes não podemos escolher e nem mudar nada. Criamos lacunas em nossas vidas e dentro dos nossos corações, mas mesmo com essas lacunas, recebemos uma força quase que imperceptível de alguma maneira e continuamos em frente.





You Might Also Like

0 comentários