E EU AINDA LEMBRO

15:15

Que saudades de você.
Faz tanto tempo que não te vejo, mas tenho que confessar que, do seu sorriso eu ainda lembro. Do seu abraço apertado, eu ainda lembro. E como esquecer daqueles olhos? Simplesmente impossível!
Eu ainda lembro, lembro de tanta coisa.
Lembro dos carinhos, os carinhos sinceros.
Se bem que, naquela época pelo menos, pareciam...
Lembro de tudo o que era pra ter sido e não foi. Tudo o que deixou de ser. Tudo aquilo que você me prometeu, e logo em seguida virou as costas e esqueceu.
É assim tão fácil esquecer alguém?
E todo aquele bem enorme que só você me fazia sentir, se foi junto com você.
E toda aquela dor que você deixou, é a única coisa que me resta hoje, juntamente com essa saudade.
Ah eu lembro, lembro de tudo. E como eu odeio lembrar!
Quero esquecer, quero esquecer você, mas não dá...
Quero lembrar de mim, mas o problema é que em mim, só tem você.
Tem lembranças suas em cada centímetro do meu corpo, e isso machuca.
Faz tanto tempo, mas meu coração insiste em lembrar-te.
Lembrar daquela voz chamando meu nome carinhosamente. Lembrar daquele toque tímido na minha mão. Lembrar dos beijos calmos, não tem como esquecer. Parece que essas lembranças grudaram em mim com algum tipo de cola, e agora, já era, não tem como desgrudar, não tem como voltar atrás.
A saudade já tem lugar reservado no meu coração. Já fez morada.
E cá estou eu, com nosso álbum de fotos.
E droga, eu ainda lembro (...)




You Might Also Like

0 comentários