QUEBRANDO O TABU: VIVENDO COM DEPRESSÃO E TAG

12:56

    Bom, eu estava super em dúvida sobre escrever ou não este post, mas acabei seguindo a minha intuição que dizia que seria importante, e bem.. cá estou eu.
    Falar sobre uma doença (para quem não sabe, depressão e transtorno de ansiedade são SIM doenças psicológicas bem sérias, por sinal) é uma coisa MUITO delicada que precisa ser abordada com calma. Para mim, principalmente, é muito difícil falar sobre isso. Porém, para quem frequenta as redes sociais, é muito chocante se deparar com tantos depoimentos de pessoas que sofrem de tais distúrbios. 

   Desde que abri o meu e-mail para os leitores, tenho recebido um número alarmante de meninas e meninos que escrevem pedindo socorro por passarem diariamente por questões que nem eles conseguem entender. 
   A verdade é que ainda - infelizmente - vivemos em um mundo no qual as pessoas não conseguiram olhar para as doenças psicológicas com seriedade. Muitas pais, amigos e pessoas do circulo social de alguém que sofre de depressão, tag ou bipolaridade, por exemplo, acham que a cura é beber um copo d'água (sim, eu já ouvi isso) ou procurar algo para fazer.
   NÃO, PAREM! Será que ninguém percebeu ainda que vivendo na correria do dia-a-dia, convivendo com tantos preconceitos e problemas sociais, ser anormal é não sofrer de nenhum transtorno?

   A depressão é uma doença que atingiu uma pessoa muito próxima de mim (meu pai) e por falta de conhecimento, não foi tratada. A ignorância do mundo ao olhar para uma pessoa que precisa ir ao psiquiatra ou ao psicólogo é extremamente chocante.
   Será que alguém parou para pesquisar o número terrível de casos de suicídio nos últimos anos? Não, pois bem, lhes digo. De acordo com uma pesquisa realizada e postada no G1, o Brasil é o 8º país com maior número suicídios. No estudo, inclusive, aponta-se que a cada 40 segundos, uma pessoa tira a própria vida ao redor do mundo. 

   Enquanto você lia esse texto, alguém morreu. 
    Quantas mortes vão ter que ser varridas para debaixo do tapete até que vocês pensem sobre o assunto? Porque o filho de vocês pode estar sofrendo de uma dessas doenças agora mesmo. Uma clínica psiquiátrica do Rio de Janeiro, por exemplo, tem em sua página oficial as principais razões de procura por tratamento. Lá estão, depressão, ansiedade, bipolaridade... 
  E é com o coração pesado, que eu digo que viver com ansiedade e depressão não é fácil. Sim, eu tive. Eu tenho. O que eu não é vergonha de dizer que eu luto e vou continuar lutando pela minha saúde e pela saúde de vocês, leitores. Todos nós somos humanos, estamos expostos à tantas crueldades todos os dias, tantos sentimentos que somos obrigados a esconder. É NORMAL, VOCÊ É NORMAL!
   Sentir medo de sair de casa, sentir medo de ter uma crise, sentir medo. Medo é normal. Medo pode ser combatido. Não sentir vontade de levantar da cama, não ter forças para seguir em frente, não conseguir ir atrás dos seus sonhos. VOCÊ É NORMAL. Não tem nada de errado em pedir ajuda. 

   Eu pedi ajuda, e eu estou melhorando a cada dia. Portanto, parem! Desacelerem por alguns minutos, reflitam. Olhem para dentro de vocês. Viver com ansiedade é se sentir preso em si mesmo e ninguém merece viver preso. Se liberte. 
   Meu conselho para vocês, leitores, é: Não liguem para opinião de ninguém sobre vocês, procurem ajuda SIM, isso é saúde. Admitir que você precisa de uma força é saúde. Não viva preso em si mesmo, todos tem o direito de se conhecer.
   Eu estou aqui. 

   Eu amo vocês.
PS: Para quem não sabe o que tem, e quer procurar mais um pouco sobre o assunto, vou deixar aqui alguns links de alguns artigos que podem ser úteis.
SINTOMAS DA DEPRESSÃO I ANSIEDADE E DEPRESSÃO I TRANSTORNO DE ANSIEDADE

You Might Also Like

1 comentários

  1. Parei nesse texto meio por acaso, mas acho que foi o universo querendo me mostrar haha É muito difícil conviver com a ansiedade e com o medo de ter novas crises. E ouvir coisas que insinuam que é algo que queremos e que é "bobagem" é chato demais. Nos colocar em primeiro lugar e tentar não se importar com que os outros pensam, e também não tentar agradar a todos, é uma das melhores coisas, foi pra mim. Sem contar a ajuda de um profissional que nossa que diferença faz ! <3

    ResponderExcluir