OLHOS DE CIGANA

22:59



"Retórica dos namorados, dá-me uma comparação exata e poética para dizer o que foram aqueles olhos de Capitu. Não me acode imagem capaz de dizer, sem quebra da dignidade do estilo, o que eles foram e me fizeram. Olhos de ressaca? Vá, de ressaca. É o que me dá idéia daquela feição nova. Traziam não sei que fluido misterioso e enérgico, uma força que arrastava para dentro, como a vaga que se retira da praia, nos dias de ressaca. Para não ser arrastado, agarrei-me às outras partes vizinhas, às orelhas, aos braços, aos cabelos espalhados pelos ombros, mas tão depressa buscava as pupilas, a onda que saía delas vinha crescendo, cava e escura, ameaçando envolver-me, puxar-me e tragar-me. Quantos minutos gastamos naquele jogo? A eternidade tem as suas pêndulas; nem por não acabar nunca deixa de querer saber a duração das felicidades e dos suplícios."

(Dom Casmurro, Machado de Assis) 


♦♦♦


             Eu não sei vocês, mas eu sou apaixonada por Machado de Assis, especialmente por "Dom Casmurro". O romance de Bentinho e Capitu é puro, cativante, envolvente e intrigante. Nesse trecho é perceptível quão Bentinho é loucamente apaixonado por Capitu, especialmente por seus olhos. Olhos dissimulados que o envolviam em danças tropológicas de sentimentos intensos, nem sempre bons, por causa de e por Capitu.
            Esse post foi muito além do horário limite, mas espero que vocês que leram mesmo nesse horário tenham sonhos cheios de amor e poemas. 
Boa noite, 
Cami  

You Might Also Like

1 comentários